Quem poderá se inscrever no Prouni 2014?

O Programa Universidade Para Todos é um dos principais programas na área da educação do Brasil. Como programa do Governo Federal, o Prouni é de responsabilidade do Ministério da Educação, que todos os anos cuida de todo o processo seletivo para que estudantes de todo o país tenham o direito de obter uma educação de nível superior. Entretanto, para que o estudante tenha o direito de se inscrever no Prouni e conseguir vaga em uma instituição privada de ensino superior sem pagar nada, é preciso se encaixar em alguns critérios estabelecidos, veja abaixo quem poderá efetivamente se inscrever no Prouni 2014.

Além do Prouni, o Governo Federal também oferece outros 2 grandes programas na área da educação, são eles: o Sistema de Seleção Unificada (SISU), e o Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (FIES), todos eles têm em comum o fato de que, para o estudante poder se inscrever em qualquer um destes programas, é obrigatório que o candidato tenha anteriormente feito o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), assim o Enem se configura como o principal programa educacional do Governo Federal, pois todos os outros dependem dele. Só poderá se inscrever no Prouni 2014 o estudante que tiver realizado especificamente o Enem 2013, a edição de 2012 não é válida para inscrição no Prouni 2014.

A realização do Enem 2013 é apenas o critério básico para os estudantes que pretendem se inscrever no Prouni 2014. O Prouni é voltado para a parcela mais carente da população, dessa maneira, para ter acesso ao programa, o candidato deverá preencher alguns critérios socioeconômicos para ter direito a uma bolsa de estudos.

O Prouni oferece dois tipos de bolsa:

  • bolsa integral – 100% -> nessa modalidade, o estudante não paga nada de mensalidade, todos os pagamentos de mensalidade e matrícula são custeados pelo Prouni.
  • bolsa parcial – 50% -> nessa modalidade, o estudante paga 50% da mensalidade, a outra parte é custeada pelo Prouni.

A modalidade da bolsa, integral ou parcial, vai depender da renda familiar do estudante: estudantes que comprovem renda familiar de até 1,5 salários mínimos por pessoa, poderão conseguir uma bolsa integral ou parcial. Já os candidatos que comprovem renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa, somente terão direito à bolsa parcial. Caso a renda da família ultrapasse 3 salários mínimos por pessoa, perde o direito de conseguir uma bolsa pelo programa, o candidato poderá até fazer sua inscrição, porém no momento da efetivação da matrícula o mesmo será impedido de realizá-la pois não preencheu o critério econômico obrigatório e previsto em lei.

Critérios obrigatórios

Além do critério econômico, o candidato precisa satisfazer AO MENOS UMA das condições abaixo:

  • ter cursado todo o ensino médio em escola pública;
  • ter estudado em escola privado na condição de bolsista integral;
  • ter cursado parte do ensino médio em escola pública e parte em escola privada na condição de bolsista integral;
  • ser pessoa com deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício, integrando o quadro permanente da instituição, e estar concorrendo a vaga em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.

Em resumo, qualquer pessoa que tenha realizado o Enem 2013, comprove no máximo 3 salários mínimos por pessoa e comprove ao menos uma das condições acima, poderá se inscrever no Prouni 2014. As inscrições deverão começar em janeiro de 2014.